2 de fevereiro de 2011


Não, você não precisa ler este post...
Ele é só mais um desabafo, e provavelmente ele não vai fazer diferença na sua vida
com se algum fizesse
Foi só uma forma que eu encontrei de demonstrar que eu sinto saudades e que eu ainda amo alguém...




Eu nem sei bem o que escrever hoje, mas eu senti uma vontade quase que estúpida de fazer isso...
Eu precisava vir falar de você hoje...
É, eu sei que já tem tempo...
5 anos para ser mais exata, mas parece que foi ontem...
Eu acho que o post de hoje vai se tratar mais das saudades que eu ainda sinto. E sim, essa é uma saudade que  me machuca, que me dói, que me sangra por dentro... E não, essa nem o tempo nem ninguém vai curar...
Porque digo isso?
Porque quando você “perde” um amigo, por uamá briga...
Ou perde um grande amor por tantos motivos... A pessoa continua ali, se você procurar, pode ser que as coisas não voltem como antes, pode ser que voltem e será como nada tivesse acontecido...
Ou, outras pessoas vão aparecer na sua vida e essas outras farão parte somente de uma lembrança de um tempo bom da sua vida...
Mas essa não é uma dor que se pode reparar, não é uma lembrança que vai ser esquecida com o tempo, não é... “substituível”...
E sim, eu ainda sinto a sua falta como há 5 anos atrás, ela não diminuiu nem por um segundo, nem 1%, eu só consigo disfarçá-la melhor...
Faz 5 anos que eu não tenho mais a sua companhia na minha vida, que eu não te tenho mais em praticamente todos os meus dias, e em todos os momentos...
Dói?
É insuportável...
Para mim, tudo não passa de um pesadelo...
Ou, eu ainda espero que você volte, abrindo o portão e me diga que estava só viajando esse tempo todo...
Sei que isso nunca vai mudar, essa sensação de vazio vai seguir comigo por muito tempo, e o amor que eu sinto não vai mudar independente de quantos anos eu ainda viva...
Vida...
Acho que eu  nem consigo escrever muito a respeito disso, mas... É uma das palavras que justifica a foto do post...
Éeee. Essa aí sou eu...
Com uns... 10 meses, pelas minhas contas...
Pq postar uma foto minha como criança?
Pq a minha primeira lembrança sua me vem ainda dessa época, bem pequena...
(claro que não com 10 meses =P )
Mas o fato de eu ter sido a primeira netA da família e ter sido mimada por 16 anos só por esse fato, foi maravilhoso...
Hehehe
Sinto falta...
Das brincadeiras, das conversas, das vezes que você me colocava no colo e ficava me fazendo carinho, das horas incontáveis que eu ficava ao seu lado ouvindo aqueles cd’s de músicas insuportavelmente velhas e chatas, por aqueles filmes quase sem cor nenhuma que eu assisti com você... Por todas as tardes em que passávamos juntos consertando as luzinhas das árvores de Natal de toda a família, de quando você montou a minha primeira bicicleta de presente de Papai Noel... Por quando eu aprendi a tocar músicas na flauta só porque você gostava, das vezes em que eu te abraçava a cada 5 minutos só rpa te ouvir dizer “ me laaaaarga, meninaaa”
E das vezes em que trocamos de papel...
Quando eu passava a te fazer companhia e te ouvir contar casos da infância, quando eu ficava te olhando dormir, quando eu te colocava no colo e te fazia carinho, quando eu me escondia para você não me vê chorar...
Queria voltar ao tempo de criança em que você me pegava no colo e ficava me paparicando, me enxendo de mimos e me exibindo como o seu maior orgulho...
Eu queria poder voltar no tempo, para poder viver cada um desses momentos de novo, e tantos outros diferentes...
Me lembro daquele 02/02/2006, por volta das 17:30 quando eu recebi a noticia que não ia ouvir mais a sua voz... Que não te veria mais andando pela casa e fazendo barulho para me pirraçar... Quando soube que não ganharia aquele abraço tão reconfortante e que eu tanto amava...
É um buraco que não se pode tapar por mais que tente que sempre vai ficar aqui e sempre vai latejar...

" 'Cause I've seen love die way too many times
When it deserved to be alive (deserved to be alive)
I've seen you cry way too many times
When you deserved to be alive. 
Alive..."
                                                          Paramore - Emergency

Onde você estiver...
Saiba que eu te amo, e eu sempre vou te amar...

0 comentários: