28 de maio de 2012


"Senti o chão de madeira liso sob meus joelhos, depois sob a palma das mãos e, em seguida, comprimido sob a pele de meu rosto. Eu esperava estar desmaiando, mas, para minha decepção, não perdi a consciencia. As ondas de dor que me haviam assaltado pouco tempo antes se erguiam agora com força e inumdaram minha cabeça, puxando-me para baixo.
Não voltei a superfície."

New Moon