28 de fevereiro de 2013

Dia 13

E quando a saudade aperta e fica tão dificil...?

26 de fevereiro de 2013

Dia 12

E no final tudo sempre vai ser melhor no meu mundo particular e perfeito...

25 de fevereiro de 2013

Dia 11

Quem de nós dois vai dizer que é impossível o amor acontecer...?

24 de fevereiro de 2013

Dia 10

Extremamente cansada. *Somente*

22 de fevereiro de 2013

Dia 09

Tô dodói e tô carente.
É
u.u

Dia 08


Procurando uma maneira de continuar a lutar todos os dias...

20 de fevereiro de 2013

Almas Que Se Encontram

Dizem que para o amor chegar não há dia, não há hora, nem momento marcado para acontecer. Ele vem de repente e se instala no mais sensível dos nossos órgãos, o coração.

Começo a acreditar que sim. Mas percebo também que pelo fato deste momento não ser determinado pelas pessoas, quando chega, quase sempre os sintomas são arrebatadores. Vira tudo às avessas e a bagunça feliz se faz instalada. Quando duas almas se encontram o que realça primeiro não é a aparência fisica, mas a semelhança d'almas. Elas se compreendem e sentem falta uma da outra.
Se entristecem por não terem se encontrado antes, afinal tudo poderia ser tão diferente. No entanto sabem que o caminho é este e que não haverá retorno para as suas pretensões. É como se elas falassem além das palavras, entendessem a tristeza do outro, a alegria, o desejo, mesmo estando em lugares diferentes. Quando almas afins se entrelaçam passam a sentir saudade uma da outra num processo contínuo de reaproximação até a consumação.

Almas que se encontram podem sofrer bastante também, pois muitas vezes tais encontros acontecem em momentos onde não mais podem extravasar toda a plenitude do amor que carregam, toda a alegria de amar e querer compartilhar a vida com o outro, toda a emoção contida à espera do encontro fatal.

Desejam coisas que se tornam quase impossíveis, mas que são tão simples de viver. Como ver o pôr-do-sol, caminhar por uma estrada com lindas árvores, ver a noite chegar, ir ao cinema e comer pipocas, rir e brincar, brigar às vezes, mas fazer as pazes com um jeitinho muito especial.

Amar e amar, muitas vezes sabendo que logo depois poderão estar juntas de novo sem que a despedida se faça presente. Porém muitas vezes elas se encontram em um tempo e em um espaço diferentes do que suas realidades possam permitir.

Mas depois que se encontram ficam marcadas, tatuadas e ainda que nunca venham a caminhar para sempre juntas, elas jamais conseguirão se separar. E o mais importante: terão de se encontrar em algum lugar.

Almas que se encontram jamais se sentirão sozinhas porquanto entenderão, por si só, a infinita necessidade que têm uma da outra para toda a eternidade...

19 de fevereiro de 2013

Dia 07

"Os dias vividos a dois, provavam que a eternidade é só um instante"




Dia 06

E essa vontade de ter você, que parece não ter fim ...


17 de fevereiro de 2013

Dia 05


Não pretendo desistir sem ter lutado, mas às vezes é tão difícil...
"Even if i knew my place should i leave it there?
Should i give up,
Or should i just keep chasing pavements?"

15 de fevereiro de 2013

Dia 04

Olhar de novo o caminho que escolhi e ter força de vontade todos os dias para continuar...

14 de fevereiro de 2013

Dia 03


E quando você erra tentando acertar?

13 de fevereiro de 2013

Dia 02


E tem certas coisas que até posso tentar mudar, mas sempre vão ser iguais...



Here We Go Again,,,

Parece que o botãozinho de "foda-se" tá funcionando muito bem, mas não para todas as coisas como eu esperava e queria...
Parece que eu ainda continuo me importando com algumas coisas que as pessoas dizem. Mas isso tá me cansando de tal forma, que tá se tornando físico. Eu passei uma ótima noite/madrugada nos últimos dias, e hoje não tinha sido uma diferente. Eu tinha acordado ótima, mas agora depois de ouvir a quantidade de merda desculpem a palavra que eu ouvi, eu estou de mau humor. Estou emburrada mesmo!
Porque eu tô cansada! Eu tô cansada das minhas atitudes serem julgadas por todas as pessoas e o tempo todo! Parece que ninguém tem mais nada de bom pra fazer da vida e resolveu cuidar justamente da minha. 
Eu não importo com certas opiniões algumas vezes, e nem acho que todo mundo é obrigada a concordar comigo. Não é isso. Mas parece que todo mundo resolveu cuspir na minha cara a opinião própria e foda-se como eu vou ficar depois disso. E foda-se como eu vou me sentir, e foda-se a MINHA opinião e a MINHA vontade.
O que aconteceu com a parte que as pessoas deveriam ficar satisfeitas quando eu estivesse buscando uma forma de ser feliz? 
Será que é tão difícil assim aceitar que eu mudei, que eu fiz o que eu queria? 
O que aconteceu com o "o que importa é que você tá bem?". Parece que eu só faço as coisas erradas, que eu só decepciono as pessoas, que eu tô machucando os outros..
Então é assim que funciona?
Quando eu quero fazer por mim, os outros não ficam felizes e eu tenho que recuar e ser aquela pessoa que aceitava tudo de bom grado e não sabia falar não?
O que acontece quando eu quero mudar, quando eu quero rir mais, quando eu quero me sentir melhor, quando eu quero viver do meu jeito?
Eu vou continuar decepcionando todo mundo?
...
Será que eu pra eu ter que viver do meu jeito, eu vou ter que fazer isso de forma silenciosa e de forma que eu não possa querer compartilhar nada com ninguém? Porque a impressão que tá ficando é essa...
Eu não sei como vai ser a melhor forma de fazer as coisas daqui pra frente...
Mas eu sinceramente tô cansada já...
De justificar, de medir palavras, atos, pensamentos...
Eu queria poder ser eu mesma, ou pelo menos tentar ser, por uma vez...
Mas parece ser impossível...

12 de fevereiro de 2013

Dia 01



Quando as pequenas coisas voltam a fazer diferença na minha vida de novo...

11 de fevereiro de 2013


Eu disse que iria escrever mais aqui, e acabou que me envolvi demais com as coisas e me esqueci de tirar um tempo para mim...
Eu disse que iria postar mais, e etc e acabei não fazendo nada disso.
Acontece que o ano de 2013 é um ano que eu decidi tirar inteiramente para mim. Para as minhas coisas, para meus livros, para minhas risadas, minhas conversas, minhas vontades.

Eu vi no blog da Sandy Quintanas um projetinho de uma frase por dia, aquilo que resume o seu dia, ou simplesmente um devaneio que você teve. E decidi fazer o mesmo.
Já que não vou poder fazer um post longo como gostaria por dia, pelo menos uma frase por dia deve ser suficiente (por enquanto)..
E vamos ver como vai ser ao longo do ano, ao longo do tempo.
Espero que o novo projeto para 2013 dê certo e que eu consiga ser muito mais feliz esse ano, com as minhas escolhas, meus objetivos, meus sonhos..



1 de fevereiro de 2013


Eu tava parando pra pensar nas coisas que andam acontecendo, porque ultimamente anda tãão fácil julgar as minhas atitudes e as coisas que eu faço né?
Eu queria que fosse mais fácil tudo isso.. Eu queria  que fosse mais fácil para os outros entenderem, pra aceitarem a situação hoje. Eu queria voltar e mudar a opinião de todo mundo sobre as coisas, talvez fosse mais fácil. Porque eu to cansada. Mesmo. 

A minha vida mudou, e eu tô bem assim. Na verdade, eu tô ótima! A única coisa que não me deixa melhor, é o fato de saber que as pessoas a minha volta não podem me acompanhar nisso. É frustrante saber disso. Todo mundo sempre fez um discurso sobre querer a minha felicidade, querer eu eu seguisse na vida, que eu fosse atrás das coisas e pensasse em mim. 

Pois bem, foi exatamente o que eu fiz, e o que eu ando fazendo. É fácil? Não, mas eu garanto que é bem melhor do que viver sofrendo e chorando como eu tava. Eu tô bem pela primeira vez em tempos, eu tô centrada, eu tô pensando em mim, eu tô feliz.

E eu queria muuito que as pessoas conseguissem entender isso. Mas eu queria que entendessem que é muito mais fácil se porem no meu lugar, pensar na situação e ver o meu lado das coisas. Pode ser que eu esteja exigindo muito, pode ser que eu nem deveria estar vindo aqui falar isso, mas tem uma hora que cansa. Que dói demais ver que a sua felicidade é motivo de tristeza para pessoas que eu considero muito. Pode ser que o pensamento de agora seja "pensasse nisso antes de fazer as coisas que fez". Não. Eu cansei de por os outros em primeiro lugar, cansei de sofrer a custa dos outros,  cansei de não tentar ser feliz do meu jeito.

Então eu sinto muitíssimo se essa não se parece com a Mari que estão acostumados a ver, mas acontece que a antiga Mari cansou. E não achem que isso é exclusividade minha. Uma hora ia acontecer, mais cedo ou mais tarde. E Graças a Deus foi mais cedo, porque estava ficando insuportável aguentar todas aquelas coisas...
E é isso...
Eu não me arrependo das coisas que eu fiz, das que eu vou fazer nem nada do tipo... Pelo contrário, eu tô sorrindo a toa sem motivo, eu tô falando pelos cotovelos, eu tô me sentindo leve, eu tô me sentindo extremamente bem...
Me desculpe se não saiu da forma como o esperado, mas para mim tem dado certo.
E é isso...
Minha vida segue agora com um novo ritmo, um novo compasso, e eu estou apenas deixando essa música nova tocar e me embalar, e pra mim está ótimo seguir nesse fluxo. E eu tô pagando pra ver até onde isso tudo vai dar...



obs. Não, eu não quero "resposta" de nada, nem que isso seja considerada uma resposta a nada. Eu só to pondo pra fora aquilo que tá me incomodando e eu tô cansada de guardar só pra mim...