24 de maio de 2013

Devaneios Noturnos

As vezes cansa esperar...
As vezes cansa simplesmente estar aqui sempre. Estar sempre sorrindo, sempre pronta pra conversar, sempre de bom humor, sempre disposta, sempre aquela que vai ignorar as coisas ruins e focar nas coisas boas...
As vezes cansa simplesmente não poder colocar pra fora tudo o que se passa na minha cabeça, quando eu a descanso no travesseiro todas as noites.
As vezes são tantas coisas, e as vezes é tão difícil conseguir ordenar tudo...
As vezes é difícil até mesmo de compreender todos os pensamentos, todas as vontades e desejos.
As vezes é complicado aceitar tudo...
Acho que esse é o "x" da questão. Compreender, aceitar, e simplesmente tentar ignorar as coisas...
Praticar a política do desapego. Não é assim que todo mundo fala? Que as coisas são mais fáceis e etc?
O problema é que eu não sei ser eu mesmo se eu não estiver apegada a algo, se eu não estiver esperando por algo,se eu não estiver imaginando e fazendo filmes bobos na minha cabeça, inventando situações para tentar quem sabe, fazer as coisas um pouco melhores do que aparentam.
Eu queria entender porque às vezes dói mais, porque às vezes aperta mais,por que às vezes incomoda mais?
Por que às vezes que tenho vontade de chorar? Por que outras eu simplesmente consigo ignorar...
Será que eu vou conseguir sempre manter certas posturas, certas opiniões, pelo simples medo de perder?
Será que eu nunca vou conseguir me impor, e pensar "e quando que vai ser a minha vez? Quando que eu vou poder ser a garota que ganha, que não se preocupa, que tem a vida que pediu a Deus?"
Será que eu vou ser sempre a que vai continuar tendo essas coisas somente em meus sonhos e no meu universo paralelo?
Será que eu não vou ter nunca a minha vez, e vou ter que continuar fingindo esses sorrisos em certos dias, só pra manter a pose?  Pra ser a compreensiva, a feliz, a que sorri sempre, que fala demais, que ouve demais, que pensa demais, que vive de menos...?
As vezes cansa ser eu...