6 de junho de 2013

Devaneios de meio de tarde...

Será que eu vou ter que voltar a trancar todas as coisas aqui dentro de novo...?
Ter que dar um jeito de me "desligar" pra ver se me importo menos, se sinto menos, se penso menos...
É aquele velho hábito de se esperar demais das pessoas e no final se decepcionar... Eu sinceramente não sei porque o mantenho, se ele sempre me machuca...
Por que continuar apegada a certas coisas se elas machucam, ferem, nos fazem mal... Pra que esse apego aquilo que não te motiva e te joga pra frente? Por que se apegar a sentimentos que te fazem sofrer,  pra que se apegar a pessoas que simplesmente não se importam com você?
É engraçado como o ser humano tem essa "dependência" de outra pessoa. Ou às vezes sou só eu...
Eu queria muito mudar isso, mas parece as vezes ser impossível, pois parece fazer parte de mim já.
Mas eu hoje me dei um propósito: assim que todo essa fase estressante passar, eu vou tirar um tempo pra mim. Só pra mim. Pra eu por os pingos nos i's onde forem necessário, e os pontos finais onde se fazem mais necessários ainda. Acho que chegou a hora de uma reciclagem total, e não é da boca pra fora.
Chega de sofrer por quem não se importa, chega de viver em função das expectativas, sejam elas velhas ou não...
É hora de tirar tudo que está guardado e organizar de novo. Guardar o que é necessário e descartar aquilo que não faz bem.
Se importar com quem importam comigo, amar quem me ama, e viver do meu jeito, sem preocupar com o que os outros vão achar, ou pensar.
Não quero ter que tranca tudo aqui. Ou ter que camuflar as coisas e fazer de conta que tá tudo bem. Eu quero excluir de vez ao que me prende, e dar mais espaço aquilo que me liberta. Aquilo que me deixa ser eu, e não me machuca...