30 de julho de 2014

Esqueça tudo o que venho escrevendo nos últimos dias...
Eu tô cansada... Eu tô um lixo...Eu não consigo fazer absolutamente nada..é como se estivesse vegetando na cama nos últimos dias, e não tenho perspectiva de sair de lá... Não tem motivo, não tem estímulo...
Por que eu faria isso? de repete, eu olho para todas as coisas e percebo que nada mais faz sentido.. A quem eu estou tentando enganar, eu não to bem, to longe disso... BEM longe disso.
Comer virou algo que não é mais necessário, a não ser quando eu realmente si
nto que preciso... Dormir pelo visto também virou algo que eu não posso mais me dar ao luxo. Conversar...? Pff... Sobre qualquer coisa menos sobre mim, e sinceramente eu ando preferindo ouvir do que falar...
É estranho...Viver de repente se tornou estranho,se tornou quase que um martírio ou um peso... Os dias têm se arrastado e eu não consigo mais acompanhar... Antes eu achar que 24hs eram poucas para que eu conseguisse fazer tudo que eu queria, hoje eu percebo que não precisava de tanto tempo assim... 
É difícil acordar todos os dias... Eu de repente sinto saída de um encontro com dementadores e foi resgata pouca coisa antes do beijo...Parece que algo aqui dentro se perdeu e eu não consigo encontrar forças para poder buscar de volta. Pra que...? Já ficou provado que eu não ando fazendo diferença na vida de ninguém mesmo, ninguém anda fazendo questão de nada... Então me diz para que? Já me disseram e comprovaram que meu pais preferem meu irmão, que eu não tenho capacidade para passar em um vestibular, que eu não sirvo para ajudar minha mãe,que o cara que eu amo ama outra garota... Pra quê...? E sim, eu preciso de um motivo para viver todos os dias, um motivo para me arrancar sorrisos, um motivo para pensar em algo que seja produtivo. Não, eu não consigo encontrar.. Quando tudo em que você anda pensando são em maneiras como você poderia morrer, as coisas não acontecem tão claramente na sua vida.
Não é depressão... Pelo menos o meu psicólogo ainda não me disse isso... Ou talvez porque nem sobre isso eu queira falar com ele...Na verdade eu não quero falar obre isso com ninguém... Nem sei porque vim escrever... Na verdade, eu encerro por aqui... Não tem porque continuar de qualquer forma...



Eu desenhei algumas borboletas... Talvez seja hora de matá-las....

26 de julho de 2014

Para falar um pouco sobre nós...


E que seja sempre constante a vontade de estar junto, a vontade de só fazer bem, a vontade de fazer feliz, se SER feliz...
A vontade de ter você ao meu lado, a vontade de ser sua e ter você para mim...

Que sejam constantes os risos. os beijos, os abraços, as mordidas, os olhares de cumplicidade, os apertos, os pensamentos, que sejamos contantes... Que sejamos um, mas ao mesmo tempo dois que sabem somar, dividir e multiplicar.. Que saibamos também subtrair aquilo que não faz bem, aquilo que nos afasta, aquilo que não pertence à nós...

Que tenhamos sempre a força para continuar e seguir em frente mesmo quando tudo nos puxa para trás... Que tenhamos força para pedir desculpas quando necessário, e deixar o orgulho de lado para resolvermos nossos problemas...

Que tenhamos fé na vida, um no outro, fé em Deus que as coisas estão reservadas para nós e que vão dar certo. Que tenhamos a confiança de dar os passos necessários rumo àquilo que está predestinado a ser nosso.
Que tenhamos sempre amor, principalmente nos momentos mais difíceis, nos momentos em que a paciência tiver de ser maior... Que tenhamos amor quando não estamos esperando, quando acharmos que não é mais possível amar tanto... Que o amor se prevaleça nas nossas ações...

Que tenhamos amizade e companheirismo para saber entender o outro e respeitar a sua opinião, o seu espaço, o seu segredo... Mas que saibamos partilhar os momentos, e que possamos descobrir o prazer da companhia um do outro até mesmo no momento de silêncio...

Que possamos descobrir os pequenos prazeres da vida... O sorriso sem motivo, o suspiro que as vezes quer dizer tanta coisa, o olhar que entrega, os cheiros que excitam, o tato que agrada... Um momento que não se repete, uma historia que será eterna, um abraço inusitado, um beijo roubado, uma declaração no meio da madrugada...

Que possamos descobrir e conhecer um ao outro nos detalhes, nos gestos, nas manias, nas escolhas... E aprender a aceitar e a amá-lo mesmo assim, e quem sabe um pouco mais...

Que possamos ser nós, e possamos nos apaixonar novamente todos os dias um pelo outro.. Pelas mesmas qualidades e outras novas, pelos mesmos defeitos e outros tantos novos que surgirem... Que possamos aprender que amar não é tudo na vida, mas é o essencial para serem dados os primeiros passos...

Devaneios Noturnos VII


Hoje é um daqueles dias em que eu não sei necessariamente o que eu quero escrever, só sei que que eu quero falar de nós dois. Não necessariamente para alguém específico, talvez só algum registro para a posterioridade, ou algo só para mim mesma... Enfim, não importa... Eu quero escrever sobre nós dois... Eu quero deixar registrado o quanto todas as coisas que eu sinto depois de tanto tempo ainda me surpreendem, como você consegue me surpreender, como você consegue me fazer apaixonar novamente todos os dias...
Estávamos conversando há pouco tempo exatamente sobre todas as adversidades da vida, e em como tudo entre a gente tinha possibilidade mínima de dar certo. Em como atravessamos os obstáculos e provamos que as coisas mais difíceis podem acontecer para nós... Como a probabilidade do caminho de duas pessoas como nós dois cruzarem é extremamente difícil, e mais ainda... Querer fazer esse caminho seguir para um mesmo rumo, seria quase impossível se analisarmos... Mas a gente consegue.. Mesmo com tanta coisa, nós conseguimos nos apaixonar, nós conseguimos ficar juntos, nós conseguimos nos encontrar, nós conseguimos acertar as nossas vidas. Tudo porque as coisas parecem ter chegado a um ponto que não dá para correr, não dá para negar. é estampado na minha cara o quanto você me faz bem... É estampado por cada post que você me marca, por cada mensagem somente escrita "saudades", pelos seus ciúmes bobo, mas sempre na medida certa... Seu amor na medida certa, seu carinho, seu companheirismo, seu cuidado, você... de repente não tem como negar que fomos feitos um para o outro. Não adianta nenhuma fala, nenhum "exemplo" que alguém queira dar nos dizendo que relacionamentos assim nunca dão certo, que nunca vamos ficar juntos. De repente, eu me sinto como a exceção de todas essas regras, de todas essas suposições. 

Eu sei que daqui um tempo, eu vou poder dizer para todo mundo que deu e que dá muito certo sim. que nós enfrentamos fases extremamente difíceis, que existiram momentos de fraqueza, momentos em que achamos que nada disso vai dar certo, mas que resistimos. Porque o que sentimos é demais para ficar guardado, é demais para não ser compartilhado com o outro... Por isso, eu sei que ainda não estamos ao lado um do outro, porque Deus está preparando o melhor para nós dois... As coisas vão acontecer no tempo certo e do jeito certo. Porque uma vez que estivermos juntos, nada... Absolutamente NADA vai conseguir nos separar... Não que a nossa vida vá ser um mar de rosas, eu tenho ciência, e sei que você também, que não vai ser assim. Mas sei que esse tempo todo separado, nos ensinou a sermos fortes e a lutar pela nossa felicidade sempre... 

Então, amor, eu quero dizer hoje que eu sempre, independente do quanto eu esteja impossibilitada, cansada ou qualquer coisa que possa aparecer para me derrubar, eu sempre vou lutar por você por nós... Porque você já me provou e me prova todos os dias o quanto foi feito perfeitamente para mim. O quanto eu preciso daqueles beijos, abraços e carinho para ser eu mesma novamente... Porque você me ensinou a ser alguém por inteira, me ensinou a amar de uma forma que eu achava impossível, me ensinou a ser uma pessoa melhor, a ter fé na vida e lutar pelo que acredita... Obrigada por arrancar sorrisos meus todos os dias e me fazer feliz sempre. Mesmo com malditos 2000km nos separando... Obrigada por me mostrar que você é o amor da minha vida definitivamente, e que eu não preciso ter dúvidas. 
Meu coração é seu, eu sou sua e eu quero, espero e luto que seja assim para sempre...
Amo você...

18 de julho de 2014

Days...


Tô devendo alguns dias, eu sei... Mas aconteceram duas coisas importantes que tomaram meu tempo e não me deixaram vir aqui postar nada. A primeira é que eu comprei meu primeiro jogo de video game
\o/
Sou quase uma nerd agora pq é um jogo tipo RPG e é totalmente viciante, porque envolve mágica,relacionamento com as pessoas, as suas decisões afetam o futuro do personagem e ainda tem fantasmas, zumbis, e pessoas que eu tenho que matar o tempo inteiro. E aaah, eu posso trocar de roupa da minha personagem o tempo todo, ou seja...É o meio termo perfeito que eu estava precisando entre jogo de mulherzinha e algum sangue para descarregar minha adrenalina.
xD
E acontece que eu acabo empolgando com ele as vezes, e e vou dormir muito tarde ou qualquer coisa do tipo. Mas o que importa é que Fable III é realmente MUITO bom!


Segundo ponto, que eu estou realmente empenhada em por no correio as coisas que eu venho prometendo para Thiago desde 2009... Então imagine... São APENAS cinco anos que eu vou ter que me VIRAR pra por em uma caixa pra mandar pra ele, pq né... Tem que ser amor pra explicar uma coisa dessas 
¬¬'
(zuando, amor..se vc por acaso estiver perdido por aqui,é amor sim *faz coração da Britney*)
E aí tem dia que eu fico até 4hs da manhã fazendo, então não dá pra ficar vindo aqui postar meeesmo... Mas gostaria de deixar registrado que mesmo minha mãe me fazendo de isaura dentro de casa, as coisas estão indo muito bem, obrigado! Só não estão melhores porque ainda não consegui definir a data da minha viagem
:'( 
E quanto mais tempo passa, mais difícil fica... Eu sei. Mas com fé em Deus as coisas vão dar certo e logo, logo tô em terras natalinas novamente. Amém! Façamos nossos planos e deixamos na mão de Deus que Ele sabe a melhor hora para tudo... 


Enfim... Voltando para meus afazeres porque os papéis não são cortados, nem escritos sozinhos...

14 de julho de 2014

Day 3

Hoje foi dia de celebrar os 182 anos da minha segunda casa, do lugar onde provavelmente eu vivi a maioria dos melhores dias da minha vida! Onde eu aprendi novos valores, onde eu aprendi a ser verdadeiramente católica e sobretudo Cristã!
Parabéns à minha igreja, à minha casa, o meu refúgio de tantos dias...

Day 2

Hoje foi dia de se apaixonar de novo...
Dia de refazer planos,de sonhar...
dia de jogar muito,de torcer pra Alemanha e mandar um: CHUPA ARGENTINA!!!!
Dia de fazer meus pais entenderem que eu to de FERIAS!!!!
(Essa última parte não com tanto sucesso :/)

13 de julho de 2014

1º Day


Primeiro dia de férias é dia de que???
Jogaaaar!
Como é bom ter velhos vícios de volta! E enquanto eu não entro na faculdade, eu posso fazer meu Sim fazer isso. Até pq, se é pra brincar com a vida, vamos fazer isso de forma correta


x)
Sim, eu estou AMANDO o jogo, mas ainda é muito diferente de tudo que estou acostumada com o the sims. É tudo mais corrido, dormir em alojamentos é interessante só até o momento em que as pessoas não ligam todos os sons da casa ao mesmo tempo, ou resolvem  discutir enquanto você tenta dormir. 

hahaha

Mas no mais é tudo que uma faculdade americana tem. Festas, provas, nerds, revolucionistas, socialites e até sims em forma de plantas (oq eu achei bem esquisito). O meu sim, como todos os outros é uma viciada em celular, que eu não posso deixá-la por 5seg que ela saca ele do bolso e não para mais. As carreiras são diferentes, as roupas e as personalidades também. Tinha me esquecido como é bom fingir ser outra pessoa por horas sem sentir...
x)
Mas amanhã provavelmente eu vou reiniciar o jogo, porque só agora eu entendi como tudo funciona e tenho que dizer qe sou uma antinha.


kkkkkkkkkkkkk
Enfim... Lá se foi o primeiro dia... Comprei marcadores novos para meus livros e papel contact para encapar outros tantos da minha estante. Vou estabelecer uma meta de pelo menos 1 livro e meio por semana. Vamos ver o que vou conseguir.
O dia só não foi melhor porque não deu para ficar totalmente sem falar sobre faculdade, sobre curso, sobre estudo e etc. Mas tenho fé que até dia 4 eu consigo pelo menos diminuir um pouco todos os discursos...
Vamos ver... Não encontrei a fórmula secreta ainda de ignorar tudo que as pessoas falam e viver praticamente como uma "autista". Meu psicólogo disse que isso requer paciência e que ele entende que uma pessoa como eu terá mais dificuldade para conseguir chegar a esse estágio. Só não sei se ele disse isso porque concorda, ou porque quer arrancar algumas muitas sessões de mim ainda para desespero da minha mãe
Mas enfim, como eu disse, estamos só começando. Serão muitos dias de dores de cabeça, de discussões, mas eu creio que ao final conseguirei sobreviver. Até lá, eu me contenho com The Sims e a ilusão de poder ter total controle sobre a vida...

12 de julho de 2014

Vem com tudo, férias!


Finalmente férias!
Finalmente um tempo para eu poder me ocupar co outras coisas que não seja aquele princípio de depressão idiota e todos aqueles choros, e pensamentos estranhos que andam me rondando.
Finalmente tempo pra mim!
Tudo bem que serão apenas 3 semanas, mas eu tenho que fazer com que elas valham cada hora, cada minuto, cada segundo.


Então, é preciso planejar como será tudo, e para isso eu vou tentar fazer uma listinha das coisas que eu pretendo fazer nessas férias, para que ela valham a pena. Não quer dizer claro que vou conseguir segui-la, mas só de estar planejando, já ajuda muito no meu estado, acredite.
Vamos lá...



O que se fazer nas férias de Julho/2014

1- Estudar - Sim, eu sei. É contraditório ser o meu primeiro item da lista, mas eu tenho uma Federal para conquistar até o fim do ano;

2- Por meus seriados em dia. -  Damooon, como eu sinto sua falta, babe :'(
3- Assistir a filmes que comprei. -  Do inicio do ano até agora foi uma lista considerável, portanto eu devo fazer outra lista com os filmes que tenho que ver nas férias. '-'
4- Ler. Juntamente com minha lista de filmes, eu nem preciso dizer que minha lista de livros está GIGANTESCA! Fazer uma lista para organizá-los também será necessário
5- Viajar sozinha.  Por favor, Deus, deixe isso ser possível.
6- Escrever mais. -  Foram recomendações do meu psicólogo, portanto, vamos tratar de segui-la!
7- Conhecer gente nova. - Pleeeeeeeeeeeeeeeeeeeeease!

8- Ir ao cinema.  É diferente dos filmes que vejo em casa ><
9- Dormir! - Pelo menos até acordar sozinha e não com minha mãe gritando

10- Aprender algo novo.

Acho que por enquanto é uma lista bem razoável. Vou tentar cumprir aos poucos, e à medida que isso for acontecendo, eu tento postar os relatos aqui. Assim, eu estarei realizando duas tarefas ao mesmo tempo
xD
Eee, é isso... Sejam bem-vindas próximas 3 semanas felizes da minha vida! Que vocês sejam o suficiente para fazer com que tudo melhore e tudo passe....

3 de julho de 2014

DPL profunda

Estou oficialmente com depressão pós livro. Eu sei, isso não chega a ser beeem uma novidade. Mas dessa vez acho que é diferente... Talvez porque o meu emocional anda uma verdadeira porcaria, e esses livros realmente acabam por nos tocar de certo modo, mas eu não to legal..
Acho que nunca chorei tanto de um meio pro fim de um livro, e nunca um livro de romance me ensinou tanto. Me ensinou a ter fé em coisas que eu acreditavaa que nem precisava, me ensinou que quando estou com medo é quando tenho mais forças para seguir em frente, e a encarar os desafios como dádivas do dia a dia. Eu sei, essas coisas parecem realmente óbvias quando ditas assim, mas acredite, não são. Nada disso é fácil principalmente se você perdeu a noção de todas elas, a noção dos sonhos, há algum tempo.
Por mais que a leitura tenha me feito desidratar, Ruin (irônico, eu sei), é um livro que definitivamnete entra para o hall de livros que me ensiram muito, e que provavelmente eu irei reler no futuro. Afinal, mesmo com tods sua filosofia e sabedoria, ele é um romance. E toda garota precisa de uma dose de suspiros apaixonados, declarações rasgadas, de viver um pouco disso... Mesmo que seja pela vida de um personagem...