3 de julho de 2014

DPL profunda

Estou oficialmente com depressão pós livro. Eu sei, isso não chega a ser beeem uma novidade. Mas dessa vez acho que é diferente... Talvez porque o meu emocional anda uma verdadeira porcaria, e esses livros realmente acabam por nos tocar de certo modo, mas eu não to legal..
Acho que nunca chorei tanto de um meio pro fim de um livro, e nunca um livro de romance me ensinou tanto. Me ensinou a ter fé em coisas que eu acreditavaa que nem precisava, me ensinou que quando estou com medo é quando tenho mais forças para seguir em frente, e a encarar os desafios como dádivas do dia a dia. Eu sei, essas coisas parecem realmente óbvias quando ditas assim, mas acredite, não são. Nada disso é fácil principalmente se você perdeu a noção de todas elas, a noção dos sonhos, há algum tempo.
Por mais que a leitura tenha me feito desidratar, Ruin (irônico, eu sei), é um livro que definitivamnete entra para o hall de livros que me ensiram muito, e que provavelmente eu irei reler no futuro. Afinal, mesmo com tods sua filosofia e sabedoria, ele é um romance. E toda garota precisa de uma dose de suspiros apaixonados, declarações rasgadas, de viver um pouco disso... Mesmo que seja pela vida de um personagem...

0 comentários: