5 de outubro de 2014

Devaneios de meio de tarde II




Alguns medos vc tem a impressão que já superou... Algumas angústias, algumas frustrações... Mas a verdade é que elas nunca te abandonam, estão sempre ali de alguma forma para te lembrar de tudo que podem causar. Em dias como hoje basta uma olhada no espelho, para que eu possa identificar o que dói. Aquela coisa que grita "vc não é boa o suficiente. Nem pra ele, nem pra ninguém, nem pra nada, na verdade". Quantas vezes eu já ouvi essa semana para desistir, para largar tudo e pensar em outras coisas, em outro futuro... Mudança... Aquela palavrinha que assusta tanto, porque você nunca sabe oq esperar depois que ela passa. Não é de toda uma má ideia, apenas não sei se quero mudar... Mudar meu jeito para que finalmente alguém me ame de volta? Não. Sempre ouvi que devemos amar as pessoas pelo que elas realmente são... É difícil, porque ser quem eu sou só tem me causado frustração, choro, insônia... Eu não aguento mais, essa é a verdade. Levar tanta patada na vida, enquanto eu me esforço e faço tudo que eu posso... Até quando? Até quanto eu vou ouvir "não"? Até quando eu vou ter que esperar minha vez pra poder bater no peito e finalmente dizer "eu sou feliz"?...

0 comentários: