4 de janeiro de 2015

Da série Livros para refletir

Talvez emendar um livro no outro não seja a melhor coisa a se fazer nesse momento, mas é um método bastante eficaz para me manter ocupada. ara manter a minha mente long daqueles pensamentos idiotas que andam me apavorando desde que meus planos saíram um pouco do meu controle. Claro que o fato de eu não visitar o meu psicólogo há 15 dias também não está facilitando muito, mas isso pelo menos eu estou resolvendo logo. 
Bom, eu consegui ler um livro de 460 páginas em 24 horas. Não sei se isso é tao preocupante quanto a minha mãe quer fazer parecer, mas eu fiz. 
Um livro diferente pois não existe uma narração, mas sim cartas, emails, faz, bilhetes, sms trocadas entre os personagens, e da altora do meu filme favorito apesar de não tere gostando tanto do livro de Ps. Eu te Amo, mas claro que eu ia tentar ler. E amei.
Não, eu não vou fazer esse post de resenha de livro, até porque crie outro blog para essa finalidade mesmo que ele esteja meio desativado. Mas o livro me fez refletir um pouco... Os protagonistas se conhecem desde sempre, mas só conseguem finalmente ficar juntos depois de muitos anos, de muitas outras pessoas aparecerem em suas vidas, de filhos aparecerem, empregos, indas e vindas de muitas coisas. Só conseguiram encontrar o verdadeiro amor quando a maioria das pessoas provavelmente já teria desistido, quando os caminhos pareciam que nunca iriam se cruzar e nada mais os faria felizes.
Será que vai ser assim comigo? Será que essa mudança de planos na minha vida agora vão ser para isso? Para me mostrar outras experiências além das que planejei para mim? E que por mais que eu sinta que não vai dar certo, daqui vinte anos talvez, eu esteja reencontrando o grande amor da minha vida? Deus não permita isso! Eu não quero ter que passar por tantas provações, tantas perdas, tantas desilusões para ter a minha vida nos eixos. Deixar que anos se passem até me sentir verdadeiramente plena... A história é muito bonita, mas definitivamente não é algo que eu desejo na minha vida... 
Então, meu post de agora vai mais como um desabafo de angústia e de medo. Uma oração... Deus... Por mais que nossos sonhos possam não ser os mesmos, não permita que a minha felicidade demore tanto a chegar... Me ajude a aceitar seus planos, e perceber que serei feliz e realizada com eles, e que eu não tenha que esperar cinquenta anos para encontrar o verdadeiro amor da minha vida e a minha felicidade...

0 comentários: