3 de janeiro de 2015

Em & Dex, Dex & Em


Fiz uma meta de férias de assistir pelo menos um filme por dia, como uma forma de me distrair melhor de tudo que anda acontecendo. Não necessariamente um filme "novo" ou inédito porque eu tenho certeza que Harry Potter e Ps Eu Te amo vão entrar na lista, mas algum filme que me interesse. 
Ontem eu terminei finalmente de ler Um Dia, e fiquei completamente apaixonada. Já tinha assistido ao filme, mas isso foi há tanto tempo que eu só me lembrava mesmo dos personagens principais e do desfecho trágico que a trama tem. O que surpreendentemente não alterou muito meu ânimo para terminá-lo, e hoje para fechar com chave de ouro, decidi rever o filme. 

É tão gostoso perceber a evolução ao longo dos anos de Em e Dex. Afinal, o filme e passa em 20 anos, e e uma história muito complexa, já que os relatos do livro, e claro, do filme, só são dados no dia 15 de julho de cada ano. O que leva o leitor, ou espectador a tentar imaginar o que acontece na vida desses dois ao longo do tempo. Mas é lindo... Muito lindo.

Tudo bem, que você imaginar que demora quase 17 anos para o amor da sua vida se dar conta que quer ficar com você é meio muito, mas a felicidade que existe entre aqueles dois. Deus... Eu quero aquilo para mim! Eu desejo um Dexter para mim, não no sentido dele ser um cara louco e que só se descobriu tantos anos depois. Mas um cara que além de ser o amor da minha vida, seu meu melhor amigo e eu seja a melhor amiga dele. Quero alguém que ligue para mim quando sentir que precisa falar com alguém, que procure o meu colo quando achar que precisa, que me liga no meio da madrugada só pra dizer que eu sou a melhor pessoa que ele conheceu na vida mesmo que esteja bêbado. Quero alguém que descubra que eu valha a pena mesmo que demore um tempinho, mas que aprenda a me dar o devido valor. Que me ame pelo que sou, com meus defeitos e qualidades.
Já disse aqui antes que filmes me estragam... Talvez seja verdade, mas eu gosto de pensar que eles me ensinam que eu mereço mais, que eu posso encontrar mais, que eu vou ser feliz daquele jeito que sempre sonhei...

0 comentários: